página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


SST - A segurança do trabalhador e a proteção às minorias no contexto de trabalho


14/09/21

 O Sagres Em Tom Maior #323 - https://www.youtube.com/watch?v=yXtn6Y0ALfU - apresenta nesta terça-feira (3) o oitavo episódio da série Caminhos da Sustentabilidade - https://sagresonline.com.br/podcasts/caminhos-da-sustentabilidade/ - sobre o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 8 (ODS 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico) da Agenda 2030 da ONU. O tema tem foco na meta 8.8 deste ODS, que estabelece a proteção aos direitos trabalhistas e promoção de ambientes de trabalho seguros e protegidos para todos os trabalhadores, incluindo os migrantes, em particular as mulheres e pessoas em empregos precário, como explica o professor especialista em Economia, Luiz Carlos Ongaratto.

 
“A ONU, por ser uma organização internacional, ela vai falar sobre o problema da migração, do livre trânsito de pessoas e para as economias protegerem esse trabalhador. Em uma perspectiva brasileira, não é somente a imigração, mas sim todas a minorias”, afirma.
 
Ongaratto explica que quando o assunto é segurança do trabalho, envolve muito mais questões que a proteção do trabalhador e prevenção de acidentes. “Envolve também a questão do conforto do trabalhador, a questão psicológica que deve ser ainda mais trabalhada em decorrência da pandemia. Imagine que dentro da empresa que você trabalha existe todo um conforto térmico, ergonômico. Porém, quando se vai para o home office, na sua casa, aquele conforto, a mesma tela do computador, a disposição dos móveis, não está tão adequada e isso pode levar sim a afastamentos, a agravamentos de doença, e fora também a questão psicológica que também vai afetar muito na saúde do trabalhador”, enumera.
 
Em relação às pessoas que se deslocam de outros países em direção ao Brasil em busca de trabalho ou de uma vida com mais dignidade, Ongaratto avalia que faltam políticas por parte do governo federal para atender e acolher essa população.
 
“O Brasil sempre foi um país muito amigável quanto a essa questão migratória, só que atualmente não há uma política. A gente vê os haitianos, por exemplo, chegando, os venezuelanos chegando, não tem uma política de amparo. Como a nossa natureza é ser um povo constituído de vários outros povos, isso que dá a nossa fortaleza, a gente não pode esquecer que sempre o Brasil apoiou e atualmente não está apoiando essa vinda de imigrantes. Muitos países dependem da mão de obra do imigrante para poder crescer. Por exemplo países que não têm mais crescimento demográfico”, analisa.
 


Fonte: Sagres


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos







     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /