página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Vírus Nimda se espalha pelo mundo


22/09/01

LONDRES (Reuters) - Um vírus de computador de rápida disseminação, conhecido como Nimda, começou a atingir redes corporativas de computadores numa escala que pode se mostrar mais danosa do que a do Code Red (Código Vermelho), última ameaça virtual a causar problemas em larga escala. O Nimda - que é a palavra "admin" (de administrador) ao contrário - apareceu pela primeira vez nos EUA na terça-feira, espalhando-se a seguir para Ásia e Europa. Especialistas de internet já haviam alertado sobre a possibilidade de aumento na atividade de vírus depois dos ataques terroristas aos EUA. Mas John Ashcroft, secretário de Justiça dos Estados Unidos, afirmou que o vírus não está relacionado aos atentados da semana passada. Ashcroft também disse que o Nimda poderá trazer mais problemas do que o Code Red, que causou prejuízos de 2,6 bilhões de dólares em julho e agosto passados. Uma das primeiras vítimas do novo vírus é a Siemens AG, que foi forçada a desligar alguns servidores nesta quarta-feira e também seu sistema de emails. O Nimda se espalha por e-mail, com anexos chamados "readme.exe". Também se propaga ao se infiltrar em sites pouco seguros. O vírus consegue, assim, se anexar aos navegadores dos usuários que visitam o site. A praga virtual tem como alvos os computadores pessoais e os servidores Microsoft . Na Europa, mais de 15 mil companhias foram infectadas pelo Nimda, de acordo com Raimond Genes, vice-presidente de vendas da Trend Micro Inc, empresa de segurança de computadores. "Esse vírus é horrível", disse. Existem evidências que mostram que o Nimda é um descendente do Code Red, pois teria sido inspirado neste que atacou milhares de servidores vulneráveis. Genes afirmou que os técnicos da Trend Micro já dissecaram o vírus e encontraram códigos iguais a outros quatro vírus, entre eles o Code Red. "Achamos que o Nimda é de autoria da mesma pessoa ou do mesmo grupo que escreveu o Code Red", afirmou Genes. O executivo disse que uma frase colocada no código - onde se lê "Version 5" (Versão 5) - comprovaria sua tese. Outros especialistas de segurança dizem, entretanto, que hackers imitadores poderiam ter simplesmente copiado o código original de outros vírus. Um dos aspectos da versatilidade do Nimda é sua habilidade em modificar sites para que eles carreguem arquivos que possam realizar a infecção por download. Diferentemente do Code Red, o vírus pode se infiltrar numa rede e criar contas de acesso ilimitado para acessar arquivos e e-mails. Nos EUA, cerca de 130 mil servidores e PCs teriam sido infectados, segundo David Moore, pesquisador da Cooperative Association for Internet Data Analysis. Segundo Vincent Weafer, diretor da Symantec Corp, depois de infectar uma máquina, o Nimda tenta se replicar de três maneiras: por e-mail, por vulnerabilidade em servidores Internet Information Server (IIS) da Microsoft e por discos compartilhados.


Fonte: Info Exame/Reuters


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos













     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /