página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Incêndio - Supermercado que pegou fogo matando duas pessoas no Jacaré não possui alvará, diz prefeitura


22/02/19

 O incêndio do supermercado Campeão, na Rua Lino Teixeira, no bairro do Jacaré, que matou duas pessoas na última segunda-feira ganha mais um capítulo. De acordo com a Secretaria municipal de Fazenda, o estabelecimento não possui alvará para funcionar como um supermercado.

 
Procurada para esclarecer sobre a situação de regularização do prédio onde funciona o mercado, a prefeitura informou que "o estabelecimento citado não possui alvará para atividade de supermercado, mas sim para mercearia e açougue". O município informou ainda que o mercado foi, inclusive, multado nesta terça-feira por "funcionamento em desacordo com a atividade".
 
Em nota, o Supermercado Campeão discorda da secretaria de Fazenda e afirma que as atividades estão de acordo com o alvará:
 
"O supermercado Campeão esclarece que as atividades comerciais exercidas no local estão de acordo com o alvará de funcionamento".
 
Em nota, a Polícia Civil afirmou que investiga as causas do incêndio:
 
"A 25ª DP (Engenho Novo) instaurou um inquérito policial para apurar as responsabilidades do incêndio. Houve dois óbitos e os corpos foram encaminhados para o IML. Perícia foi feita no local. Aguarda-se resultado do laudo pericial".
 
Angústia de parentes
 
Os familiares de José Alves da Silva, funcionário da rede há 15 anos, alegam que o departamento de recursos humanos do estabelecimento disponibilizou assistência para reconhecimento do corpo.
 
— Eles colocaram uma empresa particular para agilizar o processo do DNA. Se fosse pelo IML poderia levar até seis meses, mas com essa via terceirizada acreditamos que o resultado saia em até 20 dias — declarou Alessandra Alves, filha da vítima.
 
O mesmo retorno ainda não chegou para os parentes de Natalino de Jesus. Os filhos seguem em busca de algum material médico que possa auxiliar a identificação do corpo. Devido a carbonização o reconhecimento não é possível ser realizado através da impressão digital.
 
— Estamos bem abalados. É muito triste não poder confirmar a morte de um ente querido. Lidar com essa busca no meio de um luto tem sido muito difícil para nós — diz Juliane Silva, filha da vítima.
 
Segundo Juliane, a assessoria do supermercado alegou que a vítima teria saído do local de trabalho e retornado para buscar algum pertence.
 
— Meu pai era uma pessoa muito cautelosa com relação a segurança. Ele não teria retornado para o mercado pegando fogo. Essa suposição não é condizente — comentou a filha.
 
Incêndio aconteceu em depósito
 
De acordo com o supermercado Campeão, o incêndio aconteceu num depósito, e teria começado após um curto num gerador:
 
"Em nota, o supermercado Campeão diz que acredita que o fogo tenha começado num gerador e atingiu apenas uma parte do depósito:
 
"O supermercado Campeão está apurando com a perícia as causas do incêndio, que parece ter tido início no gerador. O incêndio atingiu apenas parte do depósito e foi rapidamente contido pelo Corpo de Bombeiros que chegou em menos de 10 minutos. A equipe do supermercado também agiu rapidamente, tomando todas as providências, retirando as pessoas da loja", diz o trecho de um comunicado.


Fonte: Extra


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos













     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /