página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Acid. Trabalho - Encarregado por demolição é indiciado por morte de trabalhador soterrado em desabamento


12/09/18

A Polícia Civil indiciou por desabamento com homicídio culposo o encarregado pela demolição do prédio que desabou no dia 16 de maio, no Centro de São Roque (SP), e matou um dos oito trabalhadores que estavam na obra.
 
Na época, Leonardo Manoel Barbosa Reis ficou soterrado nos escombros e não resistiu aos ferimentos. Outras duas pessoas ficaram feridas e cinco saíram ilesas. Márcio Rosa Santos, responsável na ocasião, afirmou que ainda não foi notificado e tudo foi um acidente de trabalho.
 
Ao G1, no dia do ocorrido, Bartolomeu Ferreira Viana, de 43 anos, um dos sobreviventes, disse que serrava uma viga em cima da laje quando desceu para tomar água. Neste momento, Léo, como era conhecido entre os amigos, teria subido para terminar o trabalho. Contudo, ele teria questionado o responsável sobre o risco de retirar a estrutura naquele momento.
 
"Parece que ele [Leonardo] estava prevendo. Todos vimos quando ele parou e disse que não queria mais fazer aquilo porque ia cair tudo. Então o líder subiu, cortou e começou a cair tudo. Só deu tempo de correr", disse. Leonardo estava com uma cinta de segurança e não teve chance de pular.
 
Além de Bartolomeu, Leandro Ferreira Viana e Vilvan Ferreira da Viana estavam entre os que saíram ilesos. Os três são irmãos e moradores da capital.
 
Na época, os alvarás de demolição e construção do novo prédio foram expedidos após a aprovação do projeto, segundo a prefeitura. A prefeitura esclareceu ainda que não recebeu nenhuma denúncia com relação à estrutura da obra.
 
Segundo a Polícia Civil, o inquérito deve ser relatado ao Fórum de São Roque nos próximos dias.
 
Tragédia anunciada
O prédio, construído na década de 70, já abrigou um escritório do INSS e uma lanchonete, mas estava em fase de demolição para a construção de um galpão comercial na rua Doutor Stevaux.
 
Segundo a Prefeitura de São Roque, o proprietário do imóvel possuía os alvarás regularizados de demolição e construção do novo prédio.
 
Horas antes do desabamento, o dono de uma academia postou uma foto nas redes sociais alertando sobre o risco que havia na obra.
 
Na foto aparecem dois trabalhadores sobre a estrutura do imóvel, que aparenta fragilidade. O professor de muay thai Marcio Silva, de 43 anos, postou a imagem com o recurso de enquete do Instagram. "Qual a probabilidade disso dar errado?", questionou.


Fonte: G1 SP


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos













     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /