página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


SST - Afastamentos por acidentes de trabalho aumentam 12% no primeiro semestre em São José, SP


13/08/18

O número de pessoas que sofreram acidentes de trabalho e ficaram afastadas do serviço aumentou 12% no primeiro semestre deste ano em São José dos Campos (SP). Segundo o INSS, em 2018, de janeiro a junho 760 trabalhadores conseguiram o auxílio-doença. No mesmo período do ano passado foram 674. Para evitar prejuízo, as empresas estão investindo em segurança no trabalho.

 
O presidente da Associação de Trabalhadores Lesionados no Vale do Paraíba disse que vários fatores contribuem para o aumento dos acidentes.
 
“A pressão exercida para os trabalhadores para produzir mais, redução do quadro de funcionário, muitas horas extras. Tudo isso leva o trabalhador ao cansaço e ao estresse físico e psicológico”, disse o Luís Fabiano Costa.
 
Douglas Moura é metalúrgico e sofreu um acidente de trabalho em uma linha de produção de automóveis, há dois anos. Ele também sofreu uma lesão no ombro por causa do esforço repetitivo, o que é considerado acidente de trabalho e está entrando com um pedido de auxílio-doença no INSS.
 
“Agora estou tentando benefício do INSS, mas é uma burocracia, a gente tem todo histórico comprovando a lesão, mas não reconhecem o benefício. Quem vai querer um cara com o ombro estourado, com duas cirurgias?”, conta.
 
Prevenção
 
Para evitar risco de acidentes de trabalho que gerem afastamento de funcionários, empresas investem em projetos de segurança no trabalho. Uma indústria farmacêutica da cidade tem cinco mil funcionários e está há cerca de 700 dias sem acidentes de trabalho com afastamentos. A empresa investe em máquinas e equipamentos de segurança, e também no treinamento de funcionários e campanhas educativas, para que eles evitem acidentes.
 
“Todos os dias aparecem coisas novas com a tecnologia, com os processos novos. Então, temos que saber quais são os perigos e o que é inseguro”, explicou a gerente Cielo Medina.
 
O que diz o INSS
 
Por nota, o INSS informou que o metalúrgico Douglas Moura recebeu auxílio-doença entre outubro do ano passado e maio desse ano, mas não soube informar porque ele não consegue dar entrada agora no benefício.
 
O INSS ainda que as razões para o aumento no número de auxílio doença dependem de questões externas ao instituto, como por exemplo, mais empregados trabalhando em atividades que podem prejudicar a saúde.


Fonte: G1 SP


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos













     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /