página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


SST - COPEL reduz risco dos técnicos graças a App criado em parceria com os próprios funcionários


21/01/18

Atuando como uma empresa de TIC do grupo Copel, de energia, a Copel Telecom embarcou no crescimento exponencial e no salto de qualidade nos serviços de banda larga do Paraná para ofertar ao mercado corporativo um aplicativo antirriscos.
 
A prevenção de riscos, aliás, é obrigatória em várias áreas da atividade econômica como energia e comunicações, entre outras. Criado pelo time de TI da Copel Telecomunicações, o aplicativo mobile se destina a fazer uma análise preliminar dos riscos referentes a determinadas tarefas. Opera em tempo real, com georreferenciamento e é vinculado a ordens de serviço.
 
O Easy APR foi desenvolvido para atender a uma demanda específica da distribuidora de energia do próprio grupo. “A inovação está no DNA de todas as integrantes da Copel Telecomunicações e, sobretudo, nas nossas equipes de Telecom e TI”, afirma o diretor-presidente da Copel Telecom, Adir Hannouche (foto). Isso explica o fato do contínuo desenvolvimento de soluções da organização, sejam elas para o próprio negócio ou para o mercado. Além de apps, a empresa oferece produtos e serviços de internet e data center.
 
O sistema passou a ser desenvolvido depois de constatados acidentes que ocorriam na Copel Distribuição, e que poderiam ser evitados ou amenizados, desde que adotadas algumas medidas preventivas no início das atividades. A APR – Análise Preliminar de Risco é prevista em diversos regulamentos do Ministério do Trabalho e Emprego, e a avaliação é considerada essencial antes da execução de inúmeras atividades.
 
Acesso fácil
O app é instalado em smartphones ou tablets, que, conectados a uma rede de dados Wi-Fi ou mó- vél, após coletar as informações necessárias, as transmitem para armazenamento em servidores. A APR deve ser implementada sempre que necessá- rio, a critério do profissional de segurança do trabalho ou da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). Seu objetivo é identificar, previamente, os riscos de determinada atividade. Conhecidos tais riscos, a empresa deve promover melhorias no ambiente a fim de garantir mais segurança para a execução dos trabalhos.
 
Na Copel Telecom, o app é utilizado por eletricistas de manutenção, construção de linhas e redes de alta e baixa tensão de energia elétrica para documentar e compreender as características físicas do local. A Análise Preliminar de Risco (APR) é uma ferramenta que força uma reflexão sobre as tarefas que serão executadas, e visa implementar medidas preventivas de segurança e controle sobre os riscos potenciais existentes nas atividades e processos envolvidos.
 
Segundo a Copel Telecom, a APR, diferente do processo de Identificação, Análise e Avaliação de Riscos, deve ser simples, prática e objetiva, e feita sempre no início de uma atividade. A avaliação de riscos é obrigatória na Copel Distribuição, ressalta Hannouche, lembrando que, antes, a análise era preenchida em formulário de papel. O executivo admite que, devido à correria, cobranças de metas e automação de despacho de atividades, a APR acabou, por um tempo, deixada de lado, ou preenchida posteriormente para entrega do trabalho. E isso fugia das normas e padrões da empresa.
 
Desenvolvido com o trabalhador
Foi para evitar ou diminuir ao máximo os riscos, que a equipe de TI da Copel Telecomunicações desenvolveu o software, concebido para ser simples, prático e facilitar o preenchimento e envio de informações. A APR deve ser sempre feita com a participação dos trabalhadores, e implantada antes da execução das atividades, seja para trabalhos da própria empresa ou por empresas contratadas.
 
A participação dos agentes envolvidos é necessária para apurar o máximo de informações possíveis sobre a tarefa a ser executada, e inclui fotografias do local de implantação. “Com o objetivo de documentar e compreender as características físicas da área”, explica Hannouche. O Easy APR está estreitamente relacionado à Permissão de Trabalho. Ou seja, a análise preliminar de riscos se tornou uma das fases da execução do processo, e deve ser entregue à equipe que vai a campo.
 
O presidente da Copel Telecom afirma que o APR é um exemplo de como “a inteligência e o conhecimento dos negócios da companhia são usados para oferecer uma solução simples, funcional e que pode preservar vidas”. O sistema pode ser utilizado por quaisquer empresas de energia, telecomunicações, e uma série de outras cujas normas regulamentadoras exijam atenção para estudar os riscos envolvidos na ação das equipes, de modo a evitar acidentes de trabalho e vítimas. “Estar entre as empresas que mais inovam em comunicações e desenvolvimento de aplicativos demonstra o quanto ainda temos para oferecer ao mercado”, finaliza Hannouche.
 
O desafio tecnológico do desenvolvimento do Easy APR foi encontrar uma solução para dispositivo móvel com o uso de georreferenciamento. Os dados armazenados visam garantir a integridade da informação desde que exista rede de comunicação disponível. O benefício do app para a companhia está no cumprimento de normas regulamentares do MTE. Para os seus clientes, explorar novas oportunidades de negócios. De acordo com a Copel Telecom, não foi encontrado qualquer produto similar no mercado.


Fonte: telesintese.com.br


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos













     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /