página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Acidente de Trabalho - MPT investiga morte de trabalhador após acidente em usina em Pontal, SP


04/12/17

O Ministério Público do Trabalho (MPT) instaurou um inquérito civil nesta quinta-feira (30) para apurar as circunstâncias do acidente que matou um trabalhador da Usina Bazan, em Pontal (SP). Olmar da Silva Borges, de 50 anos, foi internado no sábado (25) no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Neto Campello, em Sertãozinho (SP), mas não resistiu aos ferimentos.

Um boletim de ocorrência por morte suspeita foi registrado nesta quinta-feira (30) por um primo da vítima e a Polícia Civil vai investigar o caso.
 
Procurada pela EPTV, a Usina Bazan não se manifestou sobre o assunto.
 
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias do Álcool, Química e Farmacêutica (Sindalquim), Pedro Jesus Sampaio, disse que uma fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho está programada para segunda-feira (4) na usina.
 
Acidente
 
Imagens registradas na tarde de sexta-feira (24) mostram o momento em que a brigada de incêndio tentava controlar as chamas em uma turbina na usina. Borges trabalhava como caldeireiro há 18 anos na empresa e sofreu queimaduras em 60% do corpo, além de fraturas. Ele foi levado à Santa Casa de Pontal, e transferido posteriormente para o hospital em Sertãozinho.
 
A Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) não foram comunicados sobre o acidente.
 
Segundo o procurador do Trabalho Elisson Miessa, o Ministério Público foi informado sobre a morte por meio de uma denúncia e pela imprensa. A falta de comunicação pode render uma multa à usina.
 
A Procuradoria vai investigar se os mecanismos preventivos foram adotados pela empresa no momento do acidente.
 
“Com esta comunicação e com o conhecimento deste acidente, é feito um relatório e nós vamos verificar, por exemplo, as inspeções periódicas que devem ocorrer na caldeira, se ocorreram as inspeções na válvula de segurança e assim, sucessivamente, para que tais fatos não ocorram novamente”.
 
A Usina deve ser notificada ainda esta semana para se manifestar e apresentar o relatório feito pela própria comissão interna de prevenção de acidentes, além das inspeções regulares no equipamento.
 
De acordo com o delegado Pláucio Fernandes, os depoimentos de testemunhas e imagens feitas no momento do incêndio vão ajudar a elucidar o caso.
 
“Quando a pessoa morre, mas estava seguindo todas as orientações, a empresa fornecia e a pessoa estava usando todos os equipamentos, não há que se falar em culpa. Porém, alguma coisa favoreceu o acidente, e vamos apurar se foi recorrente de negligência, imprudência ou imperícia de alguém.”


Fonte: G1 SP


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos






Artigos
23/04 - Abril Verde: momento de reflexão sobre a segurança do trabalho

» saiba mais

» ver todos os artigos







     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /