página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Trabalho Infantil - Em 5h de fiscalização, MTE flagra 14 crianças trabalhando em cemitérios


01/11/17

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) flagrou 14 crianças em situação de trabalho infantil nos cemitérios de Campo Grande, na manhã de hoje. A ação, que começou por volta das 7h até 12h, passou pelos cemitérios Santo Antonio e Santo Amaro. As crianças, de ambos os sexos, tinham entre 10 e 17 anos.
 
De acordo com a fiscalização da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Estado do Mato Grosso do Sul (SRT-MS), uma das datas com mais alta incidência de trabalho infantil é no período de finados.
 
Por todo o Brasil, crianças e adolescentes vão aos cemitérios nos dias mais movimentados e oferecem aos visitantes o serviço de limpeza das lápides e túmulos e ainda comercializam produtos como flores e velas. Foi para combater essa prática, que a SRT-MS decidiu iniciar a fiscalização.
 
"Quando o flagrante acontece, nós checamos o nome da criança, dos pais, e em qual escola que estudam, na sequência, disparamos as informações para o Conselho Tutelar, que verificar qual a situação dessa criança, da familia, de repente é só uma questão de acompanhamento", explica.
 
Ainda conforme Kleber, as administrações dos cemitérios particulares se comprometeram a coibir qualquer tipo de trabalho desenvolvido por crianças e adolescentes e colocaram faixas para conscientizar a população.
 
Amanhã (2), a aprtir das 7h, os fiscais percorrerão os 10 cemitérios da Capital.  A ação é realizada em conjunto com os conselhos tutelares e Prefeitura de Campo Grande, por meio das secretarias municipais de Assistência Social, de Segurança e Defesa Social e de Meio Ambiente e Gestão Urbana.
 
TRABALHO INFANTIL
 
Só em 2016, a SRT-MS encontrou 49 crianças e adolescentes trabalhando na limpeza de túmulos nos cemitérios da capital sul-mato-grossense. "Depende muito da idade, mas a maioria deles só quer ganhar um dinheirinho pra si mesmo, mesmo assim é perigoso e precisamos fiscalizar", explica.
 
O trabalho em cemitérios é proibido para o menor de 18 anos, pois está no rol das piores formas de trabalho infantil (Lista TIP). O Brasil foi o primeiro país a elaborar a lista TIP, e tem exportado o modelo para outros países por meio do envio de auditores-fiscais do trabalho para troca de experiência e colaboração.
 
O decreto presidencial que trata da proibição das piores formas de trabalho infantil e ação imediata para sua eliminação traz a informação de que o trabalho infantil em cemitérios expõe as crianças e adolescente a esforços físicos intensos, calor, riscos biológicos (bactérias, fungos, ratos e outros animais, inclusive peçonhentos), risco de acidentes e estresse psíquico.


Fonte: Correio do Estado


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos






Artigos
21/05 - Brasil, o país dos adicionais

» saiba mais

» ver todos os artigos







     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /