página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Acidente de Trabalho - MPT instaura inquérito para apurar morte de trabalhador após explosão de caminhão-tanque em Maceió


01/10/17

Ministério Público do Trabalho (MPT) instaurou inquérito civil para investigar a morte do operador de tanque Luiz Carlos Lopes da Silva, 34, após a explosão de um caminhão-tanque, na Cidade Universitária, em Maceió.
 
Antes da explosão, a vítima manuseava um maçarico. Segundo o MPT, foi verificado que Silva trabalhava sob risco iminente de acidente.
 
A procuradora do Trabalho Rosemeire Lobo, responsável pela investigação, disse que é preciso buscar a reparação das irregularidades e a prevenção de situações, inclusive de acidentes futuros, que possam colocar em risco os trabalhadores do local.
 
“Designamos um perito do Trabalho para realizar avaliação na empresa, estamos fazendo o levantamento da situação, da quantidade de funcionários que laboram no local e da entrega de Equipamentos de Proteção Individual a esses trabalhadores, para saber o nível do risco a que estão sendo submetidos”, disse Rosemeire.
 
Para o procurador-chefe do MPT em Alagoas, Rafael Gazzaneo, é imprescindível e é obrigação do empregador oferecer todas as condições necessárias para o trabalhador laborar em um ambiente seguro.
 
“O momento é de verificar, de fato, todas as condições de saúde e segurança dos empregados da empresa para evitar que outra tragédia aconteça. O Ministério Público do Trabalho continuará atuando com rigor para evitar acidentes de trabalho e buscará a responsabilização dos empregadores que cometerem irregularidades”, ressaltou.
 
Intimação
 
A empresa foi intimada para se manifestar sobre o acidente no prazo mínimo de 10 dias após a realização de inspeção pelo Ministério Público do Trabalho.
 
Segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged, a empresa possuía, em janeiro deste ano, 16 empregados registrados.
 
O MPT comunicou que deve solicitar ao Corpo de Bombeiros o relatório da perícia realizada no local e outros documentos às demais autoridades competentes, para reunir o máximo possível de provas sobre o caso.
 
Inquérito
 
A Polícia Civil abriu inquérito para investigar a morte do operador de tanque. De acordo com o chefe de serviço, Luiz Carlos, os policiais fizeram os primeiros levantamentos no local da explosão e já intimou três pessoas para prestarem depoimentos, entre elas, o irmão da vítima que já trabalhou na mesma empresa.
 


Fonte: G1 AL


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos






Artigos
21/05 - Brasil, o país dos adicionais

» saiba mais

» ver todos os artigos







     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /