página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Uso & abuso de Drogas - SENAD Estrutura Projeto


03/10/02

São Paulo, 26 (Agência Brasil - ABr) - O Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid) deverá colher nos próximos dezoito meses novos dados de fundamentação científica sobre o uso de drogas no país em um trabalho de alimentação para planos de prevenção contra a dependência química. A informação foi dada hoje pelo general Paulo Roberto Uchôa, titular da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), logo após assinar convênio de repasse de recursos no valor de R$ 400 mil para o Cebrid, na sede da Unip, na zona oeste desta capital, onde foi aberto o 2º Encontro da Rede Social de Tratamento e Reinserção do Dependente Químico. Uchôa esclareceu que o dinheiro servirá, por exemplo, para pagamento de pesquisadores no levantamento de dados sobre os casos de óbitos registrados nos Institutos Médicos Legais (IMLs), ocorridos devido à dependência química ou de registros de internações hospitalares motivadas também por degenerações causados pelo uso de drogas. O secretário Uchôa lembrou que o Brasil já conta com um mapeamento disponibilizado por meio do Observatório Brasileiro de Informações sobre Drogas. De acordo com o I Levantamento Domiciliar sobre Uso de Drogas no Brasil, divulgado, recentemente, foi detectado entre outros perfis que a maconha é a droga ilícita mais consumida com prevalência de uso entre os jovens de 18 a 24 anos, perdendo apenas para o consumo do álcool e do tabaco. Com diagnósticos desse gênero, segundo o secretário Uchôa é possível estabelecer políticas e planejamento de prevenção contra a dependência química. Amanhã, o secretário participará do Seminário Estadual de Prevenção às Drogas, na sede da Secretaria Estadual de Justiça e Defesa da Cidadania. No encontro, Uchôa falará sobre o Projeto Fronteiras, iniciado em junho último, em oito municípios do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia. De acordo com o secretário, trata-se de um projeto piloto onde o objetivo não é o de detectar a presença dos narcotraficantes ou dos dependentes de entorpecentes, mas sim de realizar uma prevenção primária com a conscientização da população sobre a necessidade de se mobilizar os jovens nas escolas por meio de programas educacionais.


Fonte: Medigraf - Intramed


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos













     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /